Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Como a LaLiga está organizando mais de 200 viagens para os 42 clubes encerrarem a temporada na Espanha

Publicado

em

O futebol espanhol voltou com tudo no início do mês de junho, e seus torcedores podem assistir aos jogos de LaLiga Santander e LaLiga SmartBank todos os dias. No entanto, o que muitos não conseguem ver é o que acontece nos bastidores: todo o esforço e a logística para garantir que jogadores, funcionários e gerentes possam viajar pela Espanha com segurança.


Entre as duas principais divisões do futebol espanhol (LaLiga Santander e LaLiga SmartBank), e incluindo os playoffs promocionais, serão nada menos que 238 partidas no calendário – da retomada do futebol no país, depois da pausa de três meses causada pelo coronavírus no início de junho, até o término da temporada. Ou seja, são ao menos 238 viagens que precisavam ser organizadas. E embora algumas possam ter sido relativamente simples, como somente atravessar a cidade (como foi o caso do Real Betis, que disputou o clássico com o Sevilla na partida que marcou o reinício da LaLiga Santander em 11 de junho), outras viagens importantes ainda permaneceram no calendário: como os 1.000 quilômetros que o RC Celta teve de enfrentar para encarar o RCD Mallorca, ou o Cádiz CF na casa do Girona FC.


Levando em conta todas as precauções que devem ser tomadas – para garantir que essas viagens sejam as mais seguras possível contra a ameaça do COVID-19 -, a LaLiga interveio para ajudar seus 42 clubes a organizá-las durante os 40 dias de competições ininterruptas. Como explica o gerente da LaLiga, Víctor Martín: “assim como fizemos quando ajudamos a retomar o treinamento, pensamos que a LaLiga poderia ajudar a garantir que os clubes viajassem com segurança e em ótimas condições de saúde”.
Portanto, uma equipe de cerca de 40 funcionários foi montada para ajudar a organizar todas essas expedições em todo o país, com cada equipe possuindo uma pessoa responsável para contatar em casos de requisitos específicos. Foram organizados aviões e trens charter, além de vários ônibus para as equipes, a fim de facilitar o distanciamento social durante as viagens.


Cristina Sánchez, diretora de ativação de marca corporativa da LaLiga, é a grande responsável por este grupo de trabalho designado para tal situação única. Que certamente exige muito trabalho e não é tarefa fácil, como a própria Sánchez explica: “para garantir saúde e segurança e seguir os conselhos do governo, temos que seguir um protocolo de segurança e observar as circunstâncias específicas de cada caso. É recomendável que os clubes viajem e voltem para casa no mesmo dia do jogo. Mas há casos em que o jogo termina tarde demais, então eles precisam passar a noite lá e voltar no dia seguinte. As partidas que são jogadas até tarde, às 22h (horário da Espanha), são as mais difíceis porque alguns aeroportos não estão abertos naquele momento. Às vezes abrimos aeroportos apenas para essas equipes”.


Neste mês cheio de partidas, a LaLiga está trabalhando com 36 hotéis diferentes em todo o país, 17 dos quais ainda estavam fechados quando a organização começou a criar o calendário novo dessas viagens. Para muitos desses hotéis, que ainda estão em crise devido à desaceleração do setor de turismo, seus únicos hóspedes durante essas semanas serão times de futebol.

Embora as circunstâncias sejam diferentes do que muitos clubes estão acostumados, principalmente os maiores, todos têm sido muito compreensivos. Como acrescenta Sánchez: “as equipes maiores sabem que os hotéis em que costumam ficar estão fechados, e estão muito interessados ​​em nos ajudar. Está chegando mais ajuda dos clubes do que pedidos”.
Clubes e jogadores também estão fazendo sua parte para promover um comportamento responsável durante esse período, assim como muitos fizeram durante o confinamento com dicas e diretrizes compartilhadas nas mídias sociais.


Um jogador do Leganés, por exemplo, falou sobre o rigoroso protocolo de segurança que não apenas os atletas – mas todos os funcionários que viajam – devem respeitar em suas viagens: “você passa um tempo sozinho, não há áreas comuns e não se pode passar o tempo livre com colegas de equipe. Só nos reunimos para o almoço e sessões de vídeo tático”.


O alto grau de responsabilidade com que os jogadores e clubes da LaLiga aderem ao protocolo foi recompensado, pois nenhum caso positivo de COVID-19 foi detectado quando a competição foi retomada no início de junho – após um mês de sessões de treinamento preliminar, que possibilitou o retorno da LaLiga, da qual muitos duvidaram durante os primeiros meses da pandemia.


Até o momento, todas as equipes chegaram ao estádio para jogar suas partidas fora de casa com segurança e pontualidade. Até agora, houve apenas um pequeno problema, quando um dos ônibus levava jogadores do Granada até Sevilla para uma partida – que rapidamente foi corrigido, causando nada mais do que uma espera de 20 minutos.


Os aviões, trens e ônibus que transportam jogadores da LaLiga de um jogo para o outro funcionaram sem incidentes, graças ao trabalho incansável da equipe na sede da LaLiga, operando como uma agência de viagens provisória por um período agitado de 40 dias. “Foi bem estressante, e tenho certeza de que só ficarei mais tranquila no dia que a temporada acabar”, brincou Sánchez.


Não é só Futebol. É LaLiga.

Continue lendo
Clique para comentar

Notice: Undefined variable: user_ID in /home/u643633366/domains/staging.com.br/public_html/livemarketing/wp-content/themes/zox-news/comments.php on line 49

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Ao completar 100 anos, Farinha Láctea Nestlé traz latas colecionáveis

Publicado

em

Com mais de 150 anos de existência no mundo, Farinha Láctea Nestlé continua trazendo surpresas para seus consumidores. A fórmula original foi inventada em 1866 por Henri Nestlé, na Suíça. Ele misturou farinha de trigo, açúcar e leite integral para ser dissolvido em água. O produto chegou ao Brasil nove anos depois e desde então faz parte da história de gerações.

Ao completar cem anos da fábrica de Nestlé no Brasil, a icônica marca traz 3 latas litografadas colecionáveis inspiradas na fauna e flora ao redor do mundo: Oceania, Floresta Amazônica e Savana Africana, com atividades para os pais fazerem com seus filhos.  A edição limitada é fruto da parceria com a FutureBrand São Paulo, e traz de uma forma divertida o aprendizado às embalagens com atividades e curiosidades sobre cada localidade. 

“Farinha Láctea é o precursor de tudo que a Nestlé é hoje, já que foi o primeiro produto criado por nosso fundador Henri Nestlé. No País, está presente desde 1876 e, hoje, já está presente nos lares brasileiros há pelo menos 4 gerações. Ao comemorar o centenário de Nestlé no Brasil, estamos reforçando a cada nova iniciativa o propósito de uma marca comprometida com desenvolvimento das crianças, seja ao fornecer produtos de alto valor nutricional e que as ajudam a preparar para o futuro, seja ao propor atividades que estimulem o aprendizado e o convívio entre crianças e seus pais”, comenta Rodrigo de Marchi, Head de Marketing dos Cereais Nestlé. 

A curiosidade desenvolve. Esse foi o conceito adotado pela marca para a criação das latas litografadas. Matheus Calderoni, designer na FutureBrand São Paulo, revela: “Trouxemos perguntas e respostas para entreter e educar as crianças por meio de ilustrações de diferentes universos como a fauna e a flora”. Além de cuidar do desenvolvimento infantil, os cenários ricos em elementos e detalhes despertam o desejo do consumidor para realmente colecionar e utilizar a embalagem posteriormente. 

As latas colecionáveis estão sendo vendidas dede Janeiro’21 e estão disponíveis nos principais varejistas do País.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

OMO, Santander e Hellmann’s são as marcas que mais investem em influenciadores no Brasil

Publicado

em

Um amplo estudo nacional, realizado pela Socialbakers, revela o desempenho das empresas brasileiras que mais trabalharam com influenciadores.

A marca de produtos de limpeza OMO conquistou o topo do ranking de marcas que mais colaboram com influenciadores no período, com 171 perfis fazendo 247 menções da marca. Em segundo lugar está o banco Santander com 120 produtores de conteúdo e 176 citações.

Sobe ao pódio também a Hellmann’s, com 96 influenciadores que mencionaram a marca 216 vezes. Ainda ficaram top 5 a Natura com 89 perfis e 246 menções, bem como a empresa de produtos de beleza e cuidados Nivea com 76 influenciadores e 93 citações.

Para Alexandra Avelar, country manager da Socialbakers, o uso de influenciadores pelas marcas requer uma percepção para que seja destinada ao público certo. “Os seguidores estão tendo uma aproximação maior com os formadores de opinião e, com isso, também se eleva o nível de exigência deles. Sendo assim, é muito importante que os influenciadores entendam o seu público e que as marcas percebam quais são os formadores de opinião que estão mais alinhados e combinam melhor com o perfil delas.”

O relatório ainda revelou que no quarto trimestre de 2020 a hashtag #ad foi usada em 5.721 postagens no Brasil, uma alta de 40,5% em relação ao trimestre anterior. Apesar do aumento em comparação com os meses anteriores, houve uma queda de 7,44% comparando os meses de outubro, novembro e dezembro de 2020 com o mesmo período de 2019. Essa diminuição não ocorreu somente no Brasil, mas quando comparamos globalmente a queda foi ainda maior, de 17,6% no uso da hashtag #ad.

Segundo o levantamento, também houve um desempenho positivo de algumas marcas no trabalho com produtores de conteúdo, com destaque para Knorr, Sorriso, Sadia, Açúcar União e Protex. O resultado é o cálculo da média de interações na postagem de um influenciador que menciona a empresa em comparação com uma postagem publicada pela própria marca.

O estudo da Socialbakers levou em consideração o trabalho das marcas com o marketing de influência no Instagram no quarto trimestre de 2020. Todo o estudo foi feito com base nas interações do Brasil.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Morana lança campanha para o mês das mulheres, com equipe 100% feminina e com playlist especial para as lojas

Publicado

em

A Morana, rede de acessórios com lojas em mais de 100 cidades brasileiras, lança a campanha “Nossa história não existiria sem elas” para o mês das mulheres.

A ação, criada por um time 100% feminino convocado por meio das redes sociais, conta a narrativa de quatro mulheres que tem em suas histórias emoções diferentes e um sentimento em comum: a história delas se cruza com a história da Morana, elas dão vozes às mulheres Morana e a mensagem fica clara: a marca se faz presente na vida delas e elas fazem a marca ser o que é.

“A Morana é uma marca que apoia e investe na força feminina, no mercado de trabalho e tem o feminino como ponto central em tudo que faz”, conta Nara Dutra, Gerente de Marketing.

Como apoio à campanha e o fortalecimento dessa narrativa, a 2id Music Branding, agência responsável pelo DNA musical da marca e experiência sonora das lojas Morana, também convocou as mulheres que trabalham com curadoria musical em sua equipe para criar uma playlist apenas com intérpretes femininas, a “Músicas por Elas”.

Nessa playlist especial estão presentes nomes como Nina Simone, Madonna, Elis Regina, Rita Lee, Elza Soares e também artistas que inspiram as novas gerações, como Billie Eilish, Clarice Falcão, Ana Vilela, entre outras centenas. Deste modo, a programação musical das mais de 250 lojas da marca terá apenas intérpretes femininas durante o mês das mulheres.

“Colaborar com a Morana, uma marca tão especial, em uma campanha criada por uma equipe 100% feminina, torna ainda mais gratificante. Certamente as consumidoras Morana sentirão essa emoção ao visitar uma loja da marca e isso demonstra que a música vai além de um apoio de campanha… Isso reforça ainda mais que a música pode dar voz.”, completa Danrley Calabrezi, CEO da 2id Music Branding.

A campanha “Nossa história não existiria sem elas” é um convite para se emocionar, para unir e para celebrar tudo que significa ser mulher.

Continue lendo

Tendências

Copyright © 2021 Revista Live Marketing. Todos os Direitos Reservados.